O portal do Sistema Opinião

POP9

Esportes

rn

Valdiram, mais um ex-jogador de futebol que se perdeu no mundo das drogas

O caso do ex-atacante Valdiram morto a pauladas em São Paulo é mais um exemplo que deveria servir de alerta

Abril 21, 2019 às 11:08 - Por:

Valdiram, em 2018 morando na rua, em Bonsucesso, no Rio Foto: Rafael Oliveira

Valdiram, em 2018 morando na rua, em Bonsucesso, no Rio Foto: Rafael Oliveira

Valdiram, ex-atacante do Vasco e artilheiro da Copa do Brasil de 2006, conheceu a derrota definitiva. Vivendo na rua há dois anos, o ex-jogador foi morto a pauladas neste sábado em São Paulo por outros moradores de rua, na Zona Norte de São Paulo

Valdiram também jogou no futebol português e no Vasco da Gama, onde foi inclusive artilheiro da Copa do Brasil em 2006. Alguns anos depois, atuou no CSA, entre outras equipes do futebol brasileiro.

Polêmicas

Com mais polêmicas do que partidas boas, Valdiram ganhou fama pela artilharia na Copa do Brasil em 2006 com a camisa do Vasco. Depois rodou o Brasil, sempre colecionando polêmicas. Foi acusado de estupro, agressão a uma mulher, fugas de concentração e faltas a treino. Durante sua passagem pelo Central, foi dispensado por promover uma festa e andar nu pela concentração.

Prisão

Foi preso três vezes, numa delas por tentativa de estupro. Em 2011 e 2012 precisou ser internado numa clinica de reabilitação. Virou evangélico e teve a chance de voltar a jogar no primeiro semestre de 2013, pelo Bonsucesso, do Campeonato Carioca.

Morador de rua

Sem chances no futebol e na vida, Valdiram passou a morar na rua. Ano passado, ele viveu embaixo da marquise de um supermercado em Bonsucesso, no Rio de Janeiro, antes de receber sua última chance. Resgatado pelo Vasco e levado para tratamento em uma clínica de reabilitação. Recebeu oportunidade no Olaria, mas deixou o clube após pedir dinheiro para ir à farmácia e voltar após uma semana.

O último ato de ajuda feita por amigos foi o dinheiro para uma passagem de ônibus para São Paulo, onde Valdiram encontraria a irmã. Isto em julho de 2018. De lá pra cá, ele viveu nas ruas da capital paulistana e não teve um final feliz.

O começo da carreira

Valdiram começou no  CRB e depois jogou em equipes como Mirassol e Anápolis-GO, até chegar ao futebol de Portugal. Na volta ao Brasil, Valdiram destacou-se no Esportivo do Rio Grande do Sul e teve seu melhor momento ao vestir a camisa do Vasco entre 2006 e 2008 formando dupla de ataque com Romário, tendo sido o artilheiro da Copa do Brasil de 2006.

Com inúmeros problemas disciplinares, Valdiram foi dispensado pelo Vasco e ainda teve chance de retomar a carreira no CSA e Ituano, mas o vício em drogas e em bebidas não permitiu que o jogador voltasse a ter destaque.

Desacreditado, Valdiram começou a perambular por equipes apenas intermediárias como Itumbiara de Goiás, Avenida do Rio Grande do Sul, Goytacaz, Tupi, Duque de Caxias e  Bonsucesso, todos do Rio,  Comercial de Viçosa em Alagoas, entre outros. Seu último clube foi o Atlântico, em 2017, no interior da Bahia, onde teve uma rápida passagem.

Com informações da Agência Futebol Interior

Marcos Lopes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: