O portal do Sistema Opinião

POP9

Esportes

rn

No ABC, Ranielle Ribeiro sabe da pressão e do tamanho da importância da decisão contra o América

Sem Valdemir suspenso, tendência é pela volta do volante Anderson Pedra, mas treinador não bateu martelo sobre time que começa

Abril 22, 2019 às 13:31 - Por:

Treinador do ABC, Ranielle Ribeiro, foi o entrevistado do Arena da TV Ponta Negra. Foto: Iuri Seabra

Treinador do ABC, Ranielle Ribeiro, foi o entrevistado do Arena da TV Ponta Negra. Falou sobre Estadual, Brasileiro e pressão. Foto: Iuri Seabra

Ranielle Ribeiro, treinador do ABC, participou do Arena da TV Ponta Negra e conversou comigo e Andreia Freitas, sobre os preparativos para a decisão do Estadual, planejamento para a Série C e a pressão de uma final.

Clima no CT alvinegro: ” Não temos característica de fazer treino fechado e nem o nosso CT permite isso, não tem muita coisa para esconder em nível dos últimos treinos”.

Presença da torcida no treino: ” A presença da torcida no sábado foi bem motivacional, aumentou nosso sentimento de busca pela conquista”.

Time  que começa o clássico e a volta de Anderson Pedra: ” Sendo convencional é a mudança. O Pedra é o jogador da posição. Estamos estudando, ainda não está definido quem vai entrar no lugar de Valdemir, mas a grande possibilidade é do Pedra, mas eu também posso trazer o Guedes para a iniciação como primeiro (volante) mas nos dois últimos treinos vamos definir essa proposta, mas independente de que entre temos que fazer um grande jogo. Nessas decisões de 180 minutos, os primeiros 90 são sempre daquele jeito, muita cautela, muito respeito e por isso aquele jogo ficou muito truncado e feio. Agora a tendência é de um jogo aberto, e quem quiser ser campeão que tente chegar sem a necessidade de levar para as penalidades”.

Mudança de postura para a final: ” Nós nos cobramos muito depois daquele primeiro jogo, sabíamos que poderíamos ter feito mais. A semana foi bastante produtiva, o sentimento está sendo para frente, muito positivo e como eu falei, o calor do nosso torcedor no treino do sábado serviu para nos impulsionar muito para buscar a vitória”.

Comparando as equipes: ” Defensivamente eu vejo as duas equipes muito equilibradas, até com a entrada do Alisson se o Brand não jogar, o Alisson deixa mais equilibrado ainda aquele setor. Nosso setor defensivo também está muito forte.  A frente que eu vejo com características diferentes, principalmente se ele ( Moacir Júnior ) não vier com Max na frente, com Pardal fica uma mobilidade muito grande. O América sabe explorar os espaços que eventualmente o ABC possa deixar. Na Arena não podemos permitir aqueles espaços que deixamos no Frasqueirão”.

Pressão: ” A pressão sempre existe, e em uma decisão como essa aumenta. Mas eu procuro voltar as minhas atenções para o trabalho, concentrar para fazer as melhores escolhas, a melhor ideia e alternativas que o jogo vai nos dar. Pensar em como vai ser se der errado, todo mundo  tem uma noção do que pode acontecer, mas isso hoje não é o meu pensamento. Meu pensamento é chegar na quarta-feira com o meu elenco, fazer um grande jogo e conquistar o tetracampeonato”.

Os reforços para o Brasileiro

Já estão contratados o lateral-direito Maicon, os meias Anderson Rosa e Mossoró e o atacante Hélio Paraíba.

Juninho Arcanjo, meia que estava no Moto é aguardado até o próximo domingo

Juninho Arcanjo, uma escolha minha, então até o final da semana a gente tenta organizar a vinda desse jogador. O principal objetivo é Série C e com vinda dos meninos que chegaram agora, vai se tornar um objetivo ainda mais forte

Joílson

O jogador vai passar por um tratamento em clínica especializada e com acompanhamento do Departamento Médico do ABC.

A intenção do clube é recuperar ” o homem” para poder utilizar o jogador assim que a situação legal dele seja definida.

Joílson foi flagrado no exame antidoping na partida contra o Altos, pela Copa do Nordeste, por uso de cocaína.

Marcos Lopes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: