O portal do Sistema Opinião

POP9

Violência

rn

Morte do torcedor: Polícia Civil vai ouvir PMs que participaram de ocorrência

Promotor Valberto Lira do MP-PB quer saber quem financia as organizadas. Em Ceará-Mirim, Policia vai ouvir PMs e familiares de Eduardo Feliciano, morto no sábado passado

agosto 13, 2019 às 13:04 - Por:

Promotor Valberto Lira questiona financiamento de torcidas organizadas. Foto: Divulgação

Promotor Valberto Lira questiona financiamento de torcidas organizadas. Foto: Divulgação

A Policia Civil de Ceará-Mirim vai ouvir os Policiais Militares que participaram da ocorrência no Barrettão e que culminou com a morte de Eduardo Feliciano.

Além dos PMs a Policia vai ouvir torcedores que estivam no estádio com Eduardo Feliciano e familiares da vitima. Um oficio foi encaminhado para o Comando Geral da PM do Rio Grande do Norte para que os policiais sejam ouvidos.

Na noite de sábado logo após a morte de Eduardo começaram circular noticias que o torcedor havia sido espancado por PMs após o grupo de torcedores invadir o estádio Barrettão, pulando um muro.

Ontem (12) o Diretor do IETP, Marcos Brandão disse ao repórter Rogério Fernandes da TV Ponta Negra que a morte de Eduardo foi provocada por lesão corporal que lacerou o músculo cardíaco provocando forte hemorragia e a morte.

Segundo o portal Mais PB, o  Promotor de Justiça e presidente da Comissão de Prevenção e Combate a Violência nos Estádios da Paraíba, Valberto Lira. De onde as torcidas organizadas, a maioria com grande histórico de violência, tiram dinheiro para viajar?

Vídeos que circularam em grupos de Whatsapp, ainda no último sábado, mostraram que torcedores do time paraibano pularam o muro do estádio Barretão, para entrar na praça esportiva. A partir disso, a confusão foi generalizada.

Leia também:
Torcedor do Botafogo-PB morre após confronto no estádio Barrettão
Policia investiga morte de torcedor do Botafogo-PB em invasão ao Barrettão
Promotor diz que morte de torcedor do Botafogo-PB foi fato isolado
Morte do torcedor do Botafogo-PB foi provocada por lesão corporal

Ainda de acordo com o promotor, as torcidas organizadas, com histórico de violência, servem em muitos casos como aparelhamento do crime organizado nas comunidades.

“Sabemos muito bem que essas torcidas organizadas, hoje, não têm lideranças. Tem dominadores. Essas pessoas conseguem, não sei como, que esses jovens e adolescentes integrem como forma de empoderamento em suas comunidades e acabam enveredando pelo caminho pior”.

Torcedores do Botafogo registraram, ontem, um Boletim de Ocorrência na Paraíba, alegando que foram agredidos pela Polícia Militar do Rio Grande do Norte. A PM do estado vizinho disse que só vai se pronunciar sobre o caso, após investigação da Polícia Civil. O corpo de Eduardo Feliciano foi enterrado, também ontem, no Cemitério Nossa Senhora da Penha, em João Pessoa.

Marcos Lopes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: