O portal do Sistema Opinião

POP9

Tapetão

rn

Jurídico do ABC deve entrar no STJD

Antes pecar por excesso do que por omissão no caso de possível irregularidade no caso do Treze

agosto 21, 2019 às 12:01 - Por:

Jurídico do ABC pode pecar por excesso, nunca por omissão. Foto: Divulgação

Jurídico do ABC pode pecar por excesso, nunca por omissão. Foto: Divulgação

O caso da possível irregularidade do treinador Celso Teixeira, do Treze, reporta a um outro caso ocorrido na disputa da Libertadores, quando Marcelo Gallardo, treinador do River Plate,  não poderia ter qualquer contato com seus atletas ou membros da comissão técnica durante a partida. Gallardo assistiu ao jogo de uma cabine, mas desceu ao vestiário do River no intervalo da partida. Além disso, manteve comunicação direta com o banco de reservas no gramado.

No caso, ele não tinha sequer assinado súmula. No caso de Celso Teixeira, ele tinha punição pendente, foi registrado no BID, assinou súmula e comandou o time na beira do gramado na vitória em cima do Confiança.

Leia também:
Celso Teixeira está regular e sem punição, garante supervisor do Treze

A regra que vigora no  Brasileiro 2019, prevê não só cartões amarelos e vermelhos a treinadores dos clubes, como também suspensões a cada três amarelos e, claro, pelo cartão vermelho nas partidas.

É a mesma situação dos jogadores,  três cartões amarelos, o treinador será suspenso automaticamente da partida seguinte. No caso de expulsão de campo, o técnico cumpre uma partida de suspensão e vai a julgamento normalmente, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Foi o que aconteceu com Celso Teixeira, punido quando dirigia o Central pela Série D. Por  unanimidade os auditores do STJD decidiram suspender por 03 partidas o treinador, sendo, 02 partidas por infração ao artigo 258 § 2º, face a desclassificação do artigo 243-F, 01 partida por infração aos artigo 250, face a desclassificação do artigo 254-A, mais multa de 5 mil reais e suspensão por 30 dias por infração ao artigo 243-C, todos do CBJD.

Ora, o jurídico do ABC nesta altura dos acontecimentos não tem nada a perder. Pode pecar por excesso, em hipótese por omissão. Manda o bom senso que entre com Recurso junto ao STJD.

Quem nunca se valeu da Justiça Desportiva, quem nunca usou o recurso do “tapetão” que faça o primeiro comentário.

Marcos Lopes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: