O portal do Sistema Opinião

POP9

Lampions

rn

Copa do Nordeste entra na fase de mata-mata

Competição teve um crescimento significativo se comparada com a edição de 2018

Março 31, 2019 às 11:34 - Por:

Eduardo Rocha, presidente da Liga do Nordeste mostra-se satisfeito com o crescimento da competição. Foto: Divulgação

Eduardo Rocha, presidente da Liga do Nordeste mostra-se satisfeito com o crescimento da competição. Foto: Divulgação

A Copa do Nordeste entra agora na fase de mata-mata, com o Fortaleza x Vitória; Santa Cruz x CRB; Ceará x Náutico e Botafogo da PB enfrentando o CSA.

As partidas das quartas de final estão marcadas para o próximo final de semana, mas os horários e as datas serão definidas pela CBF.

O ABC não perdeu a classificação dele na partida de ontem (30) na Arena Castelão. Não foi o 1 a 0 para o Fortaleza que tirou o alvinegro potiguar da disputa, mas sim aquele jogo no Frasqueirão, quando o time de Ranielle Ribeiro não soube vencer o Vitória. Ali foi selada a eliminação do ABC na Copa do Nordeste.

Leia mais: ABC perde para o Fortaleza e é eliminado da Copa do Nordeste

Crescimento da Copa do Nordeste

Uma competição atraente sob todos os aspectos, a Copa do Nordeste apresentou um crescimento importante se comparada com a edição de 2018.

O público pagante teve um incremento de 100%, a renda bruta apresentou crescimento de 163%, enquanto a taxa de ocupação cresceu 64%.

São números que mostram o peso da Copa do Nordeste, não apenas para o futebol e para os clubes, mas também para a região como um todo.

O presidente da Liga do Nordeste, Eduardo Rocha, que conhece a realidade da competição desde o surgimento dela e que atravessou pelo período mais turbulento da história da Copa, quando a CBF acabou com os torneios regionais, hoje colhe os frutos de uma competição sólida  e estabilizada.

Nenhum clube nordestino pode abrir mão da competição, que proporcionalmente paga muito mais do que o Brasileiro da Série B por exemplo, tanto que o Sport, depois do ataque de soberba da diretoria passada está de volta em 2020.

O ABC recebeu algo em torno de 1 milhão e 700 mil reais para participar da fase classificatória deste ano e se tivesse avançado teria mais 300 mil de cota.

Marcos Lopes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: