O portal do Sistema Opinião

POP9

Título

rn

América vence o ABC e conquista o campeonato potiguar

Com gol de Alisson Ferreira aos 48 da etapa final, o América saiu da fila e conquista o título 2019

Abril 24, 2019 às 23:52 - Por:

Moacir Júnior assumiu o América, arrumou o time e conquistou o título. Foto: Divulgação

Moacir Júnior assumiu o América, arrumou o time e conquistou o título. Foto: Divulgação

Um primeiro tempo  relativamente equilibrado, com o América melhor organizado taticamente e levando vantagem na velocidade do ataque sobre a lenta zaga alvinegra, que falhou aos 44 minutos de jogo no gol de Jean Patrick. Faltou ao ABC armação de meio, Rodrigo Rodrigues isolado no meio dos zagueiros rubros sem receber, foi um a menos, assim como Anderson fez um primeiro tempo pálido, onde o time de Ranielle Ribeiro colocou uma pressão inicial no jogo. O América equilibrou, soube explorar a velocidade do ataque pelos lados, em especial com Jean Patrick pelo lado esquerdo, embora o gol tenha saido de um cruzamento da direita. Vi no primeiro tempo, um jogo bem melhor do que foi o primeiro clássico no Frasqueirão, e vi um América melhor armado em campo e merecendo o gol da vitória parcial.

Leia também:

Árbitro potiguar partida de estreia do VAR no Brasileiro da Série A

Segundo tempo o AB voltou para buscar o empate, mas continuou jogando abaixo do América e as substituições de Ranielle Ribeiro pouco acrescentaram. Wanderson entrou no lugar do inoperante Neto e não rendeu, Bóris Sagredo entrou para Éder que fez um jogo muito ruim e por último, Xavier no lugar de Pedra.

O gol do Maurício na metade da primeira parte, saiu de um lance isolado, individual mas nada de jogada trabalhada. Não! Isso o ABC não conseguiu fazer ao longo de toda a partida. Mesmo o América sentindo o golpe do gol de empate, o ABC não conseguiu criar efetivas e reais chances de virar e consolidar a vitória.

Foi Alisson Ferreira já nos acréscimo e que havia entrado no lugar de Alisson Brand o responsável pelo gol do título, justo e merecido do melhor time na final.

Justo o placar de 2 a 1 e a conquista do América, que teve um crescimento – longe de ser um time pronto – dentro da competição desde a chegada de Moacir Júnior.

Cenas lamentáveis

No apito final de Marcelo de Lima Henrique, torcida do América invadiu o gramado da Arena, entrou em confronto com a segurança privada, enquanto o BPChoque controlava com bombas de efeito moral e balas de borracha a torcida do ABC que tentava invadir o gramado.

Um confronto preocupante no gramado da Arena, que obrigou o time do América a descer rapidamente para o vestiário e que só foi controlado pela intervenção de PMs do Choque.

Fala Moacir Júnior!

“Para mim significou a coroação de um trabalho que começou com Luizinho Lopes e gente pegou no meio do caminho, colocou alguns conceitos e hoje foi a coroação. O América foi o time que mais cresceu. Tive a felicidade de dar uma sequencia e agora a gente vai comemorar, são três anos e a gente evitou o tetra campeonato do adversário que seria terrível para a gente”.

Fala Ranielle Ribeiro!

” A gente tem que pedir desculpas para o nosso torcedor. Segundo tempo nosso foi bem equilibrado, brigando até o final. Nosso time não queria ir para os pênaltis. O Wanderson foi agredido duas vezes dentro da área, não adianta ficar lamentando. Nosso time foi guerreiro no segundo tempo mas o título não veio. Apesar da perda do título em nível de desempenho o trabalho foi bem  feito. Agora é sentar com a direção e ver o que será decidido”.

Os gols do jogo

Jean Patrick abre o placar e faz América 1 x 0 ABC

Maurício empata, América 1 x 1 ABC

Alison Ferreira marca nos acréscimos e dá título ao América 2 x 1 ABC

Marcos Lopes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: