O portal do Sistema Opinião

POP9

Esportes

rn

América de Natal perde na Arena Pernambuco no “primeiro tempo” do mata-mata

América de Natal perdeu por 1 a 0 e na volta na Arena das Dunas tem que tirar a vantagem do América de Pernambuco

junho 18, 2019 às 21:16 - Por:

Moacir Júnior mudou o time do América fazendo entrada de Franco que pouco acrescentou. Tem mais 90 minutos na Arena das Dunas para reverter o quadro. Foto: Canindé Pereira

Moacir Júnior mudou o time do América fazendo entrada de Franco que pouco acrescentou. Tem mais 90 minutos na Arena das Dunas para reverter o quadro. Foto: Canindé Pereira

O América de Pernambuco, mesmo jogando “em casa” foi precavido no primeiro tempo, jogando por uma bola que encontrou aos 30 minutos de jogo, quando Davi fez 1 a 0.

Teve mais posse de bola e volume de jogo, o time de Moacir Júnior, mas sentiu a falta de um atacante mais efetivo. Franco pouco acrescentou e Jean Patric quando pegava não tinha ninguém na área. Achei Franco sem função no primeiro tempo.

Foi de Adriano Pardal a chance mais clara de marcar, com a bola sendo tirada de cima da linha pelo zagueiro Gabriel.

Leia também:

Empate com sabor de derrota no Barrettão

Segundo tempo de pressão total do América de Natal, que teve oportunidades de marcar, mas pecou nas finalizações. Teve bola no travessão e pelo menos uma boa defesa do goleiro Renan já além dos 45 minutos.

Se você somar as jogadas de chances criadas pelo time potiguar ao longo do jogo na Arena Pernambuco, o volume do América de Natal foi muito maior.

Penso que Moacir Júnior se equivocou na escalação inicial do time quando fez a entrada de Franco e depois quando entrou com Paulo Renê que pouco acrescentou.

Mas de um modo geral foi uma boa apresentação do América e que tem agora mais 90 minutos para inverter a situação.

Não vai ser jogo fácil na Arena das Dunas. Jogando em casa, o América de Pernambuco  jogou o tempo por uma bola, fez a vitória e saiu só na boa, quadro que deve ser ainda mais fechado na Arena das Dunas.

O América de Natal precisa vencer por uma diferença de dois gols para se classificar. Se vencer pela  diferença de um gol a decisão  vai para os tiros livres da marca do pênalti

Fala Moacir !

” Nós tivemos no primeiro tempo quatro chances reais de marcar. Eles jogaram por uma bola, tiveram essa bola, mas a gente tem que lamentar o despreparo de um árbitro de futebol que conseguiu desagradar todo mundo. O nosso time foi superior mas não foi efetivo. Agora é trabalhar para a volta, nosso adversário fica com as linhas muito baixas e isso dificulta. Agora não podemos perder o jogo em casa”.

O time

” A gente tinha uma ideia de repetir o time que foi campeão com Hiltinho mas não foi possível pela lesão. O Franco funcionou bem no treino, depois optamos pelo Paulo Renê para aproximar mais do Pardal, depois colocamos o Murici, criamos os cruzamentos mas não fomos efetivos. Tivemos a bola do jogo no primeiro tempo com Pardal, tivemos a bola do jogo no segundo tempo com Pardal e com Max”

Temos torcida, temos trabalho e vamos para frente. Pode vir uma ou outra crítica pela derrota mas estamos conscientes do que fizemos

Marcos Lopes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: