O portal do Sistema Opinião

POP9

Valeu o ponto

rn

ABC empata com o Náutico nos Aflitos

Time de Roberto Fernandes fez um bom segundo tempo e conquistou ponto importante na briga para escapar da degola

junho 29, 2019 às 19:26 - Por:

Roberto Fernandes arrumou taticamente o time do ABC e conseguiu ponto importantes nos Aflitos. Foto: Luciano Marcos

Roberto Fernandes arrumou taticamente o time do ABC e conseguiu ponto importantes nos Aflitos. Foto: Luciano Marcos

O ABC que fez o primeiro tempo, apesar de uma visível falta de um melhor condicionamento físico e ritmo de jogo dos estreantes, o time de Roberto Fernandes não foi capaz de evitar  gol do Náutico, marcado por Thiago em uma falha incrível de Saulo, que foi com a “mão mole” para a defensa.

Mas apesar da derrota nos 47 minutos iniciais, no aspecto tático achei o ABC melhor do meio para a frente com destaque para o Dione, um jogador rápido e  habilidoso e que bate a gol. Richardson fez um bom primeiro tempo, mas Anderson Pedra mais uma vez foi mal.

O Náutico apesar da vitória parcial no primeiro tempo é limitado e saiu vencendo em uma falha individual de Saulo. Taticamente gostei do ABC na etapa inicial.

Leia também

ABC de Roberto Fernandes entra em reta decisiva do Brasileiro

Segundo tempo, o ABC chegou ao empate em cobrança de falta de Ivan e fez uma segunda parte bem melhor do que na primeira, inclusive com um crescimento de Anderson Pedra que não foi bem na etapa inicial, mas na segunda, cresceu muito em relação ao que havia apresentado.

Rodrigo Rodrigues e Xavier renderam muito pouco, mas o volante Caio Cesar que veio do ASA, entrou bem, mostrou força na marcação. Não gostei de Jefinho e nem de Pedra no segundo tempo. Saulo teve responsabilidade direta pelo gol do Timbu no primeiro tempo.

Richardson foi muito bem no jogo, fazendo com que Joécio também crescesse e penso que com os dois, Roberto Fernandes encontrou a dupla ideal de zaga para o restante da competição.

Em pontos corridos, empate só é bom circunstancialmente e foi o caso. Este ponto conquistado nos Aflitos e com dois jogos em sequencia dentro de casa, é possível começar um processo de saída.

Fala Roberto Fernandes!

” Muito trabalho, sem querer ser repetitivo eu não sei se só a vontade é suficiente, mas sem a vontade sei que não se vai a lugar nenhum. Nós tivemos uma postura hoje bem diferente do que tivemos no jogo passado, mas temos alguns pecados que precisamos corrigir e se não evoluir é muito dificil”.

As mudanças no time

” A gente tinha que dar essa oxigenada, a partir do empate eu sabia que o Náutico ia se atirar principalmente pelos lados e a gente precisava voltar a dobrar laterais e fizemos isso com o Xavier. O Caio tem uma pegada maior que a competição exige”.

Enxugamento do elenco

” Não gosto de falar de lista de dispensa, a única que eu acho que está muito claro é que a gente tem 36 jogadores para uma competição que seja uma vez por semana. Esses que ficam fora dos treinos chateiam. A ideia nossa é enxugar o elenco, tentar tirar as sobreposições. Mas isso tem que ser feito com muito critério e não vai ser uma decisão do treinador. O que eu fiz passar para a diretoria aquilo que eu quero e quem não tiver essa características não vai ficar”.

Nos quatro jogos que restam em casa, nosso torcedor vai ser decisivo. São quatro decisões que precisamos vencer todas e beliscar uma fora

Marcos Lopes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: