O portal do Sistema Opinião

POP9

Justiça

al

Julgamento controverso da morte de Delmiro Gouveia é contado em livro

Obra conta a história de um dos maiores erros do judiciário brasileiro, que condenou dois réus pelo assassinato do industrial, absolvendo-os anos depois em fase de revisão criminal

agosto 29, 2019 às 12:42 - Por: Redação OP9

Livro conta a história do erro judiciário que condenou dois homens pela assassinato de Delmiro Gouveia. Foto: Thiago Sampaio

Livro conta a história do erro judiciário que condenou dois homens pela assassinato de Delmiro Gouveia. Foto: Thiago Sampaio

O industrial cearense radicado em Alagoas, Delmiro da Cruz Gouveia, foi assassinado a tiros há 102 anos. A sua morte envolveu polêmicas em torno dos responsáveis pelo crime, com a condenação de três pessoas, uma delas confessando ter sido torturada. O episódio foi registrado no livro “Revisão Criminal do Processo Delmiro Gouveia”, publicado na quarta-feira (28) pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos e conta a história da absolvição de dois dos três réus.

A obra, do advogado Antônio Aleixo Paes de Albuquerque e do pesquisador Moacir Medeiros de Sant’Ana, retrata o processo da morte de Delmiro Gouveia, que é considerado pelos autores como um dos maiores erros cometidos pelo judiciário brasileiro. O livro é composto de textos, fotos, publicações e relatos, além de mostrar os verdadeiros autores do crime. 

A história que envolve a morte, investigação e julgamento do assassinato de um dos homens mais visionários que já passou por Alagoas é contada no livro ao lembrar das condenações de Róseo Moraes do Nascimento, José Ignacio Pia, conhecido como Jacaré, e Antônio Félix do Nascimento, os principais acusados do assassinato de Delmiro Gouveia, em 1917.

Dentre os relatos, está a menção de que Róseo Moraes, defendido pelo advogado autor do livro, afirmou ter confessado o crime, na época, após passar por torturas. Ele foi absolvido do assassinato, por unanimidade, em uma revisão criminal depois de sua morte. A revisão criminal é um recurso disponível pela Justiça, quando o réu é condenado em todas as instâncias, mas há evidências de inocência dos condenados.

Livro conta a história do erro judiciário que condenou dois homens pela assassinato de Delmiro Gouveia. Foto: Thiago Sampaio

Livro conta a história do erro judiciário que condenou dois homens pela assassinato de Delmiro Gouveia. Foto: Thiago Sampaio

“Espero que este livro possa servir de advertência às autoridades policiais e judiciárias que por este Brasil afora ainda se utilizem de tormenta física e moral em seus procedimentos”, declarou Antônio Sapucaia da Silva, desembargador aposentado que, na época, atuou como jornalista e realizou a primeira entrevista com Róseo Moraes, ainda condenado, em 1968, na imprensa alagoana, revelando os fatos da confissão do acusado.

O diretor-presidente da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, Dagoberto Omena, também esteve presente na solenidade. “Com a publicação deste livro, a Imprensa Oficial Graciliano Ramos cumpre a missão de levar a público histórias alagoanas importantes para a memória do nosso povo”, afirmou. A solenidade, que ocorreu no Instituto Histórico e Geográfico, contou com a presença de familiares, historiadores, pesquisadores e autoridades da sociedade alagoana.

Delmiro Gouveia, nascido no Ceará, mudou-se para Alagoas aos 40 anos de idade e, na cidade onde hoje tem seu nome, fundou uma indústria de peles de bode e carneiro. Ele prosperou e é considerado um pioneiro na industrialização do Sertão alagoano.  Foi também em Delmiro Gouveia – na época a cidade era chamada de Pedra – que o industrial construiu a primeira usina hidrelétrica do Nordeste, fazendo limite com Paulo Afonso, na Bahia.

A história diz que Delmiro Gouveia, além de construir um império, conquistou também alguns inimigos. Ele teria sido assassinado com três tiros, sendo o processo judicial de sua morte controverso. O livro que conta essa história em 302 páginas está sendo vendido a R$ 45 e os interessados podem comprá-lo na sede da Imprensa Oficial, localizada na Avenida Fernandes Lima, km 7, na Gruta de Lourdes. A partir das 16h desta quinta-feira (29), a obra estará disponível na loja virtual pelo site da Imprensa Oficial. 

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: