O portal do Sistema Opinião

POP9

Investigação

al

Polícia apura áudios com ameaças de ataques a PMs no Jacintinho

O alvo das ameaças é o Batalhão de Polícia de Eventos que faz operações em um dos bairros mais violentos de Maceió

setembro 14, 2018 às 12:37 - Por: Redação OP9

Áudios interceptados pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar revelam conversas entre pessoas que se identificam como integrantes do Comando Vermelho ameaçando atacar o Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), que fica localizado no Jacintinho, um dos bairros mais populosos e violentos de Maceió. O comando do batalhão informou que a apuração dos áudios está sendo realizada pelo serviço de inteligência a mando da Secretaria de Segurança Pública (SSP) na tentativa de identificar os autores.

“[…] Vamos mostrar que nós somos ‘capaz’ de bater de frente com eles. Como? Vê só, vê lá aquele Batalhão de Polícia de Evento, lá no final do Jacintinho, é o principal do estado de Alagoas […] é só seguir os caras e dar um tiro na cara. […] Se nós não temos poder de fogo para combater na viatura, vamos trabalhar na inteligência […], jogar gasolina, tocar fogo, agora se a gente ficar só olhando…”, planeja um dos suspeitos que se identifica como integrante do Comando Vermelho.

Em outro áudio, um segundo suspeito concorda com a sugestão do primeiro em queimar as viaturas e acrescenta que os membros deveriam incendiar os carros e os batalhões com os policiais dentro. “Tem que botar fogo nas viaturas tudinho para eles ficar de pé, esses desgraçados, safado. Botar fogo nas viaturas tudinho, nos carro baixo dele, nas motos, o que tiver. […] se puder o cara toca fogo com eles dentro da viatura. Se puder os cara toca fogo, irmão, com eles dentro da delegacia, tá ligado não?  […] Nós tem que mostrar que somos o Comando Vermelho, rapaz. Nós é Comando Vermelho, tá ligado não?”, acrescenta o segundo suspeito.

Para o comandante de Polícia de Eventos, tenente-coronel Mário Xavier, as ameaças registradas em vídeos demonstram que as operações estão incomodando os traficantes. “Os áudios na verdade revelam como nós temos incomodado e isso atrapalha os negócios do tráfico, dando um prejuízo sem tamanho a eles, que é o nosso objetivo”, afirma. Ele informou ainda que, em reunião de mesa realizada com delegados, secretário de Segurança Pública e comandantes de batalhões foi traçada como prioridade para o grupo de inteligência que intercepte os áudios para chegar até os autores.

À reportagem do OP9, a assessoria da SSP/AL informou que as informações a cerca da procedência dos áudios estão sendo checadas e que por enquanto não vai emitir nota à imprensa.

Brigas entre facções já fizeram quatro vítimas inocentes em menos de duas semanas no Jacintinho

No dia 3 de setembro, o pintor Fábio Silva do Nascimento, de 38 anos, morreu após ser atingido por uma bala perdida disparada por membros de uma facção criminosa que estavam atirando a esmo na Grota do Triunfo, localizada no bairro do Jacintinho, parte alta de Maceió. A vítima tinha ido para a sacada de sua casa para proteger o seu filho dos disparos, quando foi atingido por um tiro na cabeça. Ele morreu antes de ser socorrido. Fábio estava de licença do trabalho devido a uma cirurgia de hérnia de disco e iria retomar ao trabalho no dia 4 de setembro.

Saiba mais: Pintor morto por bala perdida em casa voltaria ao trabalho hoje

No dia 11 do mesmo mês dois adolescentes de 15 anos e um rapaz de 19  foram assassinados a tiros na  Rua Campo Verde, localizada na Grota do Sossego, que fica no bairro do Jacintinho, parte alta de Maceió. Moradores relataram à polícia que o crime foi praticado por pelo menos cinco pessoas, duas estavam portando armas de fogo. Ainda segundo os relatos, o grupo seria residente da Grota do Neno, também localizada no bairro do Jacintinho.

Segundo informações iniciais colhidas pela Polícia Militar, as mortes foram resultados de uma briga entre membros de duas facções rivais que dominam o tráfico de drogas nas duas grotas.  No entanto, as vítimas eram estudantes e consideradas inocentes pela polícia e moradores. As quatro mortes foram registradas pelo Batalhão de Polícia de Eventos (BPE). Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Saiba mais: Triplo homicídio no Jacintinho vitimou dois adolescentes

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: