O portal do Sistema Opinião

POP9

Campo Alegre

al

Guardas suspeitos de sumiço de pedreiro investigados em outro caso

Segundo a polícia, eles são suspeitos de desaparecer com David Lourenço, rapaz retirado à força de uma van, quando saía de Campo Alegre para São Miguel dos Campos

outubro 9, 2019 às 12:04 - Por: Redação OP9

José Renildo Cassimiro da Silva, de 26 anos, desapareceu depois de ser levado por guardas municipais. Fotos: Divulgação

José Renildo Cassimiro da Silva, de 26 anos, desapareceu depois de ser levado por guardas municipais. Fotos: Divulgação

Pelo menos dois guardas municipais suspeitos de envolvimento no sumiço do pedreiro José Renildo Cassimiro da Silva, 26 anos, já são investigados pela Delegacia de São Miguel dos Campos por suspeitas de desaparecer com David Lourenço, em maio de 2019. David sumiu após ser retirado à força de uma van que seguia de Campo Alegre para São Miguel e não foi mais encontrado.

Leia também: 
Família denuncia desaparecimento de passageiro retirado à força de van
Pedreiro some após ser levado por guardas municipais no Agreste

O pedreiro José Renildo desapareceu na sexta-feira (4) após ter discutido com guardas municipais de Campo Alegre, em Alagoas. Imagens registraram o momento da confusão, que foi testemunhada por diversas pessoas. Nas imagens, o pedreiro é colocado dentro da viatura da guarda municipal e ainda chega a ser agredido por um dos guardas. O vídeo de monitoramento mostra ainda que o veículo da Prefeitura de Campo Alegre sai com Renildo dentro e até então não se sabe para onde ele foi levado.

Adolescente teria sido retirado à força de van e está sumido desde então. Foto: divulgação

Adolescente teria sido retirado à força de van e está sumido desde então. Foto: divulgação

De acordo com o delegado de Campo Alegre, Alexandre César, os guardas envolvidos na confusão estão foragidos da polícia, mas ainda não há mandados de prisão contra eles.

Segundo o delegado de São Miguel dos Campos, João Marcelo, que também dá apoio às investigações, pelo menos dois guardas municipais envolvidos na confusão de sexta já são investigados pelo desaparecimento de David Lourenço.

João Marcello explica que as suspeitas do envolvimento dos dois, cujos nomes não foram revelados, já ocorrem desde o início das investigações. Na época, testemunhas informaram à família que David chegou a pegar uma van complementar com destino a São Miguel, quando, durante o trajeto, dois homens em um carro de cor branca e modelo não identificado, teriam parado o transporte, invadido e retirado o rapaz à força. Ele não foi mais visto.

Veja reportagem da TV Ponta Verde, uma emissora do Sistema Opinião

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: