O portal do Sistema Opinião

POP9

Machismo

al

Faculdade de Maceió recomenda que alunas não usem roupa curta

Diretora pedagógica teria dito que estudantes devem ter postura adequada para administradores, pedagogos e profissionais do direito

agosto 9, 2018 às 19:17 - Por: Redação OP9

“É primordial que as meninas zelem por sua imagem como futuras profissionais, evitando roupas inadequadas como minissaias, shorts, miniblusas, roupas de lycra ou muito aderentes ao corpo”. Foi com esse recado que alunas de uma faculdade particular de Maceió foram recebidas para o início das aulas do segundo semestre de 2018.

A recepção deixou muitas alunas indignadas. Elas consideram a recomendação machista e desnecessária. “Em pleno 2018 nós ainda temos que lidar com esse tipo de conselho. Que vergonha usar uma aula inaugural para receber as calouras assim”, disse uma aluna que prefere não se identificar.

Ela explica que a recomendação aconteceu durante a fala de saudação aos calouros feita pela diretora pedagógica da unidade de ensino na última segunda-feira (6), que classificou como “posturas adequadas para administradores, pedagogos e profissionais do direito” o uso de roupas “compostas”.

Depois da aula inaugural, as alunas começaram a divulgar fotos com legendas comentando o assunto nas redes sociais e acusando a instituição de cometer atitude machista. Funcionárias também se manifestaram contra a recomendação, mas preferiram não se identificar para não sofrer represálias.

“Já vimos recomendações pertinentes, como evitar o uso de celular em sala de aula, mas querer opinar sobre as roupas das alunas é um abuso”, continuou a aluna. A faculdade, que fica no bairro do Tabuleiro do Martins, na parte alta de Maceió, ainda não se posicionou sobre o assunto.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: