O portal do Sistema Opinião

POP9

Maceió

al

Celular no carregador explode e provoca incêndio em residência

Chamas se iniciaram no sofá da residência e se espalharam por outros móveis. Tudo começou com um curto-circuito em aparelho telefônico

setembro 11, 2019 às 10:55 - Por: Redação

Corpo de Bombeiros foi acionado para o acidente. Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Corpo de Bombeiros foi acionado para a ocorrência. Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Um telefone celular que estava carregando pode ter sifoi o responsável por provocar um incêndio em uma residência localizada no Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió. O aparelho sofreu uma pequena explosão por causa de um curto-circuito e o fogo atingiu o sofá e alguns móveis da sala na madrugada desta quarta-feira (11). O Corpo de Bombeiros emitiu uma série de orientações para casos como esse.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, quatro viaturas foram deslocadas para o local, mas o fogo já havia sido apagado pelos moradores. O incêndio teve início no sofá, onde o aparelho estava e sendo carregado na tomada. Outros móveis próximos e parte do forro do teto – que era de PVC – também foram atingidos pelas chamas, mas ninguém ficou ferido.

O Corpo de Bombeiros dá uma série de orientações para que a população tenha cuidados ao manusear o aparelho celular, principalmente quando ele estiver conectado à tomada. Essa prática é considerada “bastante perigosa”, especialmente, de acordo com a corporação, se os carregadores forem piratas.

“São mais propícios a provocar choques elétricos e até incêndios, pois não seguem as orientações do fabricante, nem as regras de segurança previstas pela legislação específica”, afirma o Corpo de Bombeiros em uma lista de cuidados.

Ainda segundo o os bombeiros, é preciso levar em consideração o ambiente quando deixar o celular carregando. O indicado é mantê-lo em uma superfície rígida, arejada, seca e distante de materiais de fácil combustão, como plásticos, móveis de madeira e itens de espuma e tecidos.

“Deve-se evitar também o uso de muitos aparelhos ligados ao mesmo tempo em uma tomada e evitar manter os celulares carregando durante a noite toda e até mesmo sair de casa e deixar o aparelho sendo carregado. Caso ocorra um curto-circuito, os riscos de incêndio aumentam e as chamas se propagam mais facilmente em contato com esses materiais”.

O Corpo de Bombeiros recomenda que, sempre que possível, seja desligada a fonte de energia do local e, se houver vítima, que ela não seja diretamente tocada. “O correto é que ela seja afastada da fonte elétrica com ajuda de objetos não condutores e secos, como o plástico, madeira e borracha – para que não haja risco de a outra pessoa também ser vítima do choque”, recomenda.

Em caso de urgência e emergência em ocorrências de incêndios, com ou sem vítimas, o Corpo de Bombeiros disponibiliza o número 193.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: